Curso | Empowerment Familiar ♥ Évora

Curso | Empowerment Familiar ♥ Évora

 

OBJECTIVOS:

  • Conhecer as recomendações do National Health Institute for Clinical Excellence na aplicação de Programas de Educação Parental;
  • Familiarizar os formandos com diversos programas de Educação Parental;
  • Conhecer os diversos passos para a implementação de um curso de Educação Parental:
    • identificação de necessidades;
    • construção ou escolha de programa;
    • implementação;
    • avaliação e follow-up;
  • Reflectir e agir perante a desmotivação e falta de envolvimento das famílias;

DESTINATÁRIOS:

  • Técnicos a desempenhar funções com famílias;
  • Técnicos a desempenhar funções em CPCJ;
  • Técnicos a desempenhar funções em CLDS;
  • Técnicos a desempenhar funções em ONG’S;
  • Técnicos a desempenhar funções em Autarquias;
  • Técnicos a desempenhar funções em Instituições de Apoio à família;
  • Preferencialmente de área de formação em:
    • Psicologia;
    • Sociologia;
    • Educação (Infância, Social);
    • Serviço Social;
    • Enfermagem;
    • Psicopedagogia;
    • Ciências da Educação;

LOCAL:

  • ÉVORA

CALENDARIZAÇÃO E HORÁRIO:

  • 3 e 4 de SETEMBRO de 2015;
  • Horário presencial: das 09h00 às 18h00.

Para mais informações sobre a Formação da Associação Quero-te Muito! ♥ clique aqui!.

 

VIII Simpósio Comportamento Organizacional – As Pessoas no Centro Das Mudanças

VIII Simpósio Comportamento Organizacional – As Pessoas no Centro Das Mudanças

É com enorme satisfação que a Associação Portuguesa de Psicologia (APP) anuncia mais uma edição do Simpósio sobre Comportamento Organizacional organizado em parceria entre a APP e o Departamento de Psicologia Social e Organizacional do ISPA-IU.

O VIII Simpósio sobre Comportamento Organizacional (VIII SIMPOCO) realizar-se-á de 2 a 4 de novembro de 2015, no ISPA-IU, e contará com vários especialistas nacionais e internacionais.

O tema do VIII SIMPOCO é “As pessoas no centro das mudanças”.

Datas Importantes:

Até 5 de julho de 2015 – Call for papers (submissão de resumos)
Até 10 agosto de 2015 – Comunicação dos resultados finais da avaliação dos papers
Até 3 de outubro de 2015 – Early bird e envio das comunicações em formato de publicação nas atas

Para mais informações consulte o site do simpósio:

http://appsicologia.org/8Simpoco/

ou envie as suas questões para:

comportamentOrganizacional@ispa.pt (Dúvidas relacionadas com os conteúdos do Simpósio, submissões de comunicações, programa, etc.)
app@appsicologia.org (Dúvidas relativas a inscrições; pagamentos; faturas, etc)

Formação em Psicodrama para Terapeutas Familiares | Setembro 2015

Formação em Psicodrama para Terapeutas Familiares | Setembro 2015

 

O Psicodrama apresenta-se como um instrumento privilegiado para trabalhar os grupos que chegam à clínica – casais, famílias, equipes de trabalho – integrando todos os elementos, independentemente da idade, e do papel que ocupam no grupo.

No jogo do “como se” trabalham-se as relações verbais e não-verbais, numa real intervenção sistémica.

O uso das técnicas activas em terapia familiar tem-se revelado como um instrumento poderoso na compreensão da dinâmica familiar e factor de mudança.

É também um modelo particularmente adequado para a supervisão em terapia familiar.

Curso dirigido a:
Profissionais com formação em terapia familiar. Outras situação estão sujeitas a avaliação.

Duração:
Total de 200h de formação, divididas em sessões mensais de 8h (uma sexta-feira por mês, no horário das 09h00 às 18h00).
Aprovação com frequência de 2/3 do total da formação.

Formadores:
Manuel Lemos Peixoto • Psicodramatista, Terapeuta Familiar e Psicólogo
Inês Ataíde Gomes • Psicodramatista e Psicóloga

Valor: 95,00 euros mensais.
No acto da inscrição é pago o valor correspondente a 3 mensalidades.

Início: 25 de Setembro de 2015.
Inscrições até 24 de JULHO.

Local:
CLUBE dos PRAZERES
Av. Conde Valbom, 67, S/L Dto.
1050-067 Lisboa

Para mais informações, esclarecimento de qualquer questão e inscrições podem contactar-nos e-mail prazclube@gmail.com ou pelo telefone 965 552 919.

Para ter acesso ao evento no Facebook, clique aqui.

Gaguez | Estratégias para lidar com a Gaguez

Gaguez | Estratégias para lidar com a Gaguez

Os mitos em volta da gaguez são muitos: “O susto provoca a gaguez”, “A gaguez é um problema de respiração” ou “A criança gagueja porque é nervosa”. Outro mito igualmente frequente é a atribuição de causas emocionais, devido a comportamentos que a mãe e / ou o pai tiveram com o filho, contribuindo para a gaguez como uma causa do foro psicológico por ex.: divórcio ou ausência de um dos pais.

É como se as sílabas teimassem em não sair: ficam presas e nunca sai uma de cada vez – soltam-se repetidas, atrapalhando o discurso e a interacção social. É assim com quem sofre de gaguez.

Para uma criança em idade escolar, pode ser muito difícil conviver com esta dificuldade da fala: na sala de aula ou no recreio, a interacção sai muito prejudicada, facilmente abrindo caminho à troça e à colagem de rótulos. E, com eles, a uma baixa auto-estima e ao isolamento. Conhecida que é a crueldade infantil (e até a dos adultos), é fácil imaginar que uma criança que gagueja evite falar perante os outros, podendo fechar-se na sua concha com todas as consequências que daí advêm para o seu desenvolvimento.

Daí a importância de tratar a gaguez. Nesse sentido convidamos o Dr Gonçalo Leal para connosco partilhar o seu conhecimento e experiência num encontro que ocorrerá no dia 24 de Junho 2015 pelas 17:30h no AtmosferaM na rua Castilho em Lisboa (ao lado do hotel Altis).

Este encontro tem como objectivos:

*Causas e tipos de gaguez

* Estratégias de intervenção na gaguez

* Como interagir com alguém que gagueja

Para mais informações,clique aqui.

Automotivação e Entusiasmo na Aprendizagem

Automotivação e Entusiasmo na Aprendizagem

 

Que o entusiasmo e a motivação é determinante para o envolvimento e sucesso dos alunos, não é novidade. Mas como lhes criar esse entusiasmo? Como poderá o professor influir nesse processo? Que estratégias podemos usar para aumentar os seus níveis de satisfação com a escola?

Do mesmo modo que olhamos como fundamental a motivação associada ao processo de aprendizagem, também a motivação para a ensinagem compromete e influi no desempenho dos docentes. O modo como nos posicionamos perante os alunos, a imagem que retêm de nós no verbal e não verbal, atrai ou repulsa atenção dos mesmos para sentir que vale a pena todo o esforço e dedicação dos professores.

Cativar pelo entusiasmo, pela paixão que transmitimos no que fazemos. A psicogeografia afecta a captação da atenção e o seu domínio influi num melhor desempenho. Mas como fazê-lo da melhor forma?

Nesse sentido convidamos Renato Paiva para connosco partilhar o seu conhecimento e experiência num encontro que ocorrerá no dia 26 de Junho 2015 pelas 18:15 no espaço AtmosferaM na rua Júlio Dinis.

Este encontro tem como objectivos:

  • Influencia da motivação na aprendizagem e ensinagem
  • Estratégias de automotivação para docentes
  • Como cativar com objectividade e impacto

 

Para mais informações, clique aqui.

 

Ensinar e Aprender com Criatividade dos 3 aos 12 anos | Escola Superior de Educação de Viana do Castelo

Ensinar e Aprender com Criatividade dos 3 aos 12 anos | Escola Superior de Educação de Viana do Castelo

 

Ensinar e Aprender com Criatividade dos 3 aos 12

Realiza-se no dia 8 de julho de 2015, na Escola Superior de Educação de Viana do Castelo, mais um Encontro Ensinar e Aprender com Criatividade dos 3 aos 12 anos. À semelhança do ano anterior, nesta edição procura-se promover o debate, a reflexão e a partilha de experiências associadas a diferentes áreas curriculares de intervenção nos primeiros anos.

Este Encontro pretende sensibilizar a comunidade educativa, particularmente educadores de infância e professores do 1º e 2º ciclos do ensino básico, para a importância da criatividade como uma estratégia inovadora a utilizar no ensino e aprendizagem das várias áreas do currículo.

Será assim constituído um espaço de informação, debate e reflexão com momentos diferenciados de participação e partilha, tais como conferências, comunicações orais, comunicações em poster, sessões práticas e feira de ideias criativas (espaço que constitui uma oportunidade de apresentar ideias e/ou materiais didáticos criados/adaptados pelo(s) apresentador(es) que permitam aos participantes explorar as diferentes áreas do saber para imaginar, criar, tocar, olhar e jogar).

Convidam-se todos os interessados, estudantes, professores, educadores, investigadores, a proporem/apresentarem relatos de estudos académicos concluídos ou em curso, experiências de ensino, projetos, ideias inovadoras e criativas para ensinar e/ou aprender com criatividade, entre outros.

Para mais informações, clique aqui.