Curso | Inteligência Emocional na Educação

25 Nov

O mundo actual em que vivem as nossas crianças e jovens assemelha-se a uma corrida contra-relógio. Há cada vez mais crianças agitadas, stressadas e hiperestimuladas e somos cada vez mais adultos, pais, educadores e professores cansados e emocionalmente desorientados. É fundamental encontrar meios próprios para regular as nossas emoções, para encontrar força e confiança para enfrentar os desafios das nossas vidas com serenidade. É nossa responsabilidade proporcionar às nossas crianças e jovens espaços de educação emocionalmente inteligente.

Conhecendo a importância e o impacto das emoções na aprendizagem, convidamos a Drª Susana Cheis para connosco partilhar o seu conhecimento e experiência num encontro que ocorrerá no dia 6 de Dezembro 2014 entre as 9:30 e as 17h na Clínica da Educação em Lisboa.

Programa:

– Neurociência social: cérebros em movimento

– Inteligência Emocional na gestão das minhas emoções

– Compreender e lidar com as emoções das nossas crianças e jovens

– Comportamentos que permitem o desenvolvimento de relações empáticas

– Literacia Emocional: identificar e reconhecer as emoções

– Inteligência emocional em situações mais adversas: o conflito

– Competência chave: Felicidade

Objectivos:

– Compreender o conceito de Inteligência emocional;

– Reconhecer estratégias de autoconsciência e gestão emocional;

– Desenvolver competências comportamentais para a promoção do desenvolvimento emocional das crianças e jovens

– Conhecer estratégias parentais e profissionais de intervenção em situações adversas

– Desenvolver competências de promoção da felicidade

 

Para mais informações, clique aqui.

 

Formação em Coaching Parental com a Associação Quero-te Muito! ♥

24 Nov

Método de Lorraine Thomas.

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS:

  • A Filosofia do Coaching;
  • A abordagem individual e em grupo;
  • O Método Lorraine Thomas:
    • Estratégias de sucesso para gestão das situações de stress diário,
    • Alternativas aos gritos e castigos;
    • Acabar com as preocupações, celebrar as conquistas;
    • Estar à altura do orçamento familiar;
    • Estimular todas as suas relações significativas.

LOCAL:

  • FUNCHAL

CALENDARIZAÇÃO E HORÁRIO:

  • Sexta-feira, 16 de JANEIRO de 2015;
  • Das 09h30 às 17h00.

 

Para mais informações sobre a Formação com a Associação Quero-te Muito ♥, clique aqui.

 

Planos de Intervenção Psicológica na Infância [últimas vagas!]

22 Nov

Já realizei várias formações com a Forall e com a Dra. Cláudia Pires de Lima e as indicações que posso deixar são as melhores. 

A componente prática da formação ajuda-nos imenso a perceber como lidar com as diversas problemática na área da Psicologia. 

Vale mesmo a pena participar! Fica a dica e os contactos para se inscrever neste Curso:

Estratégias de Intervenção Precoce para Crianças com Atraso no Desenvolvimento

21 Nov

 

A intervenção precoce inclui todas as formas de apoio específico à criança e também de apoio e orientação aos pais e à família alargada, que são desenvolvidas por motivo de deteção de problemas, ou disfunções no desenvolvimento da criança.

O desenvolvimento e maturação cerebral da criança tem um ritmo muito rápido nos primeiros anos de vida e a plasticidade cerebral é seguramente maior nesta do que no adulto.

Nas práticas de Intervenção Precoce a família é reconhecida como componente fulcral em todo o processo de intervenção, considerando-se o seu nível de envolvimento uma condição decisiva para a obtenção dos resultados esperados.

A recuperação da função parece ser tanto mais eficaz, quanto mais específica da função, se se der num ambiente rico e estimulante e for mais motivadora.

Sabendo da importância da necessidade de conhecer estratégias de acção e intervenção precoce, parental e profissional convidamos  a Drª Tânia Costa para connosco partilhar o seu conhecimento e expêriencia num encontro que ocorrerá no dia 25 de Novembro 2014 pelas 18:15 no espaço AtmosferaM na rua Júlio Dinis

Este encontro tem como objectivos:

  • Parâmetros de desenvolvimento infantil: como avaliar
  • Intervir precocemente: como, quem, quando
  • Estratégias de intervenção precoce para crianças com atraso de desenvolvimento

Para mais informações sobre este Encontro, clique aqui.

 

Coaching Parental | Funchal ♥

20 Nov

 

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS:

  • A Filosofia do Coaching;
  • A abordagem individual e em grupo;

LOCAL:

  • FUNCHAL

CALENDARIZAÇÃO E HORÁRIO:

  • Sexta-feira, 16 de JANEIRO de 2015;
  • Das 09h30 às 17h00.

 

Pessoal da Madeira, não percam! Vai valer mesmo a pena! ♥

Para mais informações, clique aqui.

A Música no Desenvolvimento Infantil | 26 de novembro

20 Nov

Diversos estudos demonstram a importância da música no desenvolvimento do bebé e da criança. Para se ouvir e compreender a música são envolvidas diferentes áreas e processos do cérebro, o que desde cedo implica uma estimulação e um desenvolvimento cerebral, que se revela importante no desenvolvimento da inteligência, no comportamento social e mesmo no desempenho escolar.

Com o uso da música estamos a ajudar as crianças a aprenderem a dar atenção ao que sentem, explorando e potencializando a capacidade criativa e imagética. A criança, ao expressar-se através dos instrumentos musicais, manifesta sentimentos mais escondidos e permite ao adulto que o acompanha chegar a ela para os interpretar e estimular.

Ao nível da comunicação a música exerce um trabalho fundamental, visto que, por um lado através da linguagem não verbal, a criança aprende a expressar o que sente, incrementando a atenção e comportamentos adaptativos junto dos outros. Por outro lado, ao aprender a expressar o que sente e a integrar essas sensações, consegue manter um comportamento mais equilibrado e ajustado, sendo mais fácil a integração social.

A música proporciona à criança uma maior integração e adaptação ao nível social, incrementa competências cognitivas que proporcionam uma facilitação na aprendizagem e, principalmente, permitem à criança aprender a reconhecer, aceitar, vivenciar e lidar com as suas próprias emoções, melhorando a sua qualidade de vida.

Sabendo da importância e do impacto da música no desenvolvimento infantil, convidamos Cláudia Lourenço para connosco partilhar o seu conhecimento e experiência num encontro que ocorrerá no dia 26 de Novembro 2014 pelas 18:30 na Clínica da Educação em Lisboa.

Este encontro tem como objectivos:

  • Como integrar a música no desenvolvimento infantil
  • estratégias parentais e profissionais
  • Exploração e criação de recursos musicais

Para mais informações sobre este Encontro, clique aqui.

 

Pós-Graduação em Intervenção Terapêutica com Adolescentes em Acolhimento Residencial

19 Nov

PÓS-GRADUAÇÃO EM INTERVENÇÃO TERAPÊUTICA COM ADOLESCENTES EM ACOLHIMENTO RESIDENCIAL

3ª Edição
06 | DEZEMBRO 2014
PORTO

PLANO CURRICULAR OBRIGATÓRIO

Acolhimento Residencial
• Acolhimento residencial – enquadramento: Evolução histórica, Tipologias e modelos, Questões contemporâneas, A criança e o jovem; as redes sociais; as entidades.
• O panorama português: Proteção e acolhimento, Respostas sociais, Indicadores de monitorização, Tendências recentes.
• Programas de intervenção: Domínios e metodologias, Análise de um programa, Organização de um serviço, Análise de casos práticos.

Psicopatologia da Adolescência
• O normal e o patológico na adolescência: Modelos de compreensão e modelos conceptuais; A entrevista com o adolescente. • Estudo psicopatológico dos comportamentos: O agir e a passagem ao ato; A psicopatologia dos comportamentos centrados no corpo.
• Os grandes grupos nosológicos: A ansiedade e a depressão no adolescente; As tentativas de suicídio na adolescência; Os estados psicóticos na adolescência; Os estados limite (borderline) na adolescência.

Modelos Terapêuticos
• Hospital de Dia: A estrutura e a equipa; O funcionamento. Tratamento de Adolescentes em Hospital de Dia: Indicações/contraindicações; Intervenções terapêuticas em Hospital de Dia. Após o Hospital de Dia – Os cuidados continuados.
• Definição e enquadramento das Comunidades Terapêuticas: Paradigma e intervenções terapêuticas; Programas e técnicas de tratamento.
• Centros de Acolhimento Temporários (CAT), Lares de Infância e Juventude (LIJ), Centros Educativos (CE), Unidades Terapêuticas e de Socialização: Enquadramento, objetivos, perfis, modelos, programas, recursos humanos, supervisão e avaliação de resultados.

Psicoterapias Breves
• Psicoterapias Breves: O Modelo da Psicoterapia Breve de Orientação Psicodinâmica; História, Modelos e Autores; Indicações, Seleção de Pacientes e Avaliação do Processo; Foco, Aliança Terapêutica e Resistências.
• Intervenção Psicoterapêutica Breve na Puberdade e Adolescência: Casos clínicos e supervisão.
Intervenção Psicoterapêutica com Grupos de Adolescentes: Psicoterapia de Grupo em Jovens com Perturbação do Comportamento; Grupos de Orientação.

Intervenção Familiar e Multifamiliar
• “LA FAMIGLIA” – Breve conceptualização; a “Família” dada não se olha o dente – Ciclo de Vida.
• Intervenção Ecosistémica versus Gestão de Casos.
• Psicoterapia de Grupo Multifamiliar: abordagem psicoterapêutica de famílias em grupo – Aplicações dos Grupos Psicoterapêuticos às Instituições; Modelos de Intervenção Psicoterapêutica de Grupo Multifamiliar; A Psicanálise Multifamiliar de Jorge Garcia Badaracco; Vínculos Patológicos e sua abordagem nos Grupos Multifamiliares; a Experiência Portuguesa, Estudo de caso.

Programas de Intervenção
• Programa de Educação para a Saúde; Programa de Competências Pessoais e Sociais; Programa de Formação Parental.
• Abordagem da Terapia Ocupacional em Unidades Terapêuticas e Educativas.
• Intervenção da Terapia Ocupacional.

Supervisão de Casos
• Orientação de trabalhos e supervisão de casos apresentados pelos formandos.

Para mais informações sobre a Pós-Graduação, clique aqui.
Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 5.640 outros seguidores